Atroapelamento

– Então amor, vai aceitar o valor?
– Quanto você quer mesmo? Perguntei.
– Tenho outra proposta. Por R$ 800,00 passo a noite inteira contigo.
– Se eu pagasse R$ 800,00 teria que ir trabalhar no meu lugar.
– Onde trabalha? O que você faz?
– Sou padre.
– Então R$ 350,00 por uma hora. Fechamos?
– Nada disso.
– Quanto quer pagar? Assim como as Casas Bahia.
– Se você fosse como as Casas Bahia eu faria cem prestações de R$ 4,00.
– R$ 400,00?! Rs,rs,rs.
– Juros.
– Enrolão. R$ 350,00 vai querer?
– Não.
– Então para de me amolar. Já é a quinta vez que liga. Eu hein!
– Desculpa. Sabe o que o tomate foi fazer no banco?
– Tirar o extrato. Pff.
– Sabe qual o maior osso do corpo humano?
– Qual?
– A melancolia.
– Tchau.


“Cadê? Onde tá o maldito papel?”
Livros, papéis, camisinhas, migalhas
Decolam da gaveta e caem sobre o chão
“Onde eu enfiei o maldito papel?”
Fecha-se a gaveta, abre-se outra
“Acho que eu não colocaria nessa”
Cuecas, meias, luvas quentes
Tudo caindo
Uma naftalina rola na gaveta quase vazia
“Maldição! Devo ter colocado naquela”
A certidão de nascimento, contas pagas, uma carta perfumada
Pousam num movimento circense
No fundo da gaveta, um papel deitado de costas
“Deve ser aquele”
Apanha o papel, vira-o de frente
Escrito: “Carol, Célia e Bebel acompanhantes. Agende seu horário por telefone”
Senta, enche o copo novamente, marcado com uma borda bordô
Vinho tinto, seco de mesa, barato, vem sem rolha
TUTTUTTUTTUTTUTTUTTUTTUT. O telefone chama
“Olá, boa noite”
“Quero uma”
“Ok meu amor, aqui é a Carol, estou de saída mas passarei a ligação para a Célia”
“Ta”
Toma um gole
“Oi meu amor, tudo bem?”
“Célia, você tem um nome de velha, isso é lindo, desde que seja velha”
“Mas não sou velha”
“…Então acho que a insultei”
“Que nada meu amor, quer minha companhia hoje?”
“Quero. Quanto gastarei?”
“Cem reais uma hora, cento e cinquenta com anal”
Pensa um pouco
“Quero uma hora só de cu”
“Não! O anal só vai no pacote completo. Cento e cinquenta reais”
“Só tenho cinquenta. Onde estão as putas baratas?”
“Olha só companheiro, se quer uma puta barata espera a Bebel voltar, ok?”
“Bebel? Bebel quer beber? Bebel quer bilau? Ou Bebel quer um pano de seda pra passar na xana?”
“Você tem algum problema idiota? Bateu a cabeça quando era pequeno?”
“Não. Só estou com medo”


– R$ 30,00 completo.
– Maravilha.
– Siga-me. Vai querer completo?
– Sem ervilha.
– Não sou cachorro-quente, mas, caso queira uma salsicha recomendo a mulher certa.
– Prefiro pizza sem ervilha.
– Com calabresa?
– Você está me fazendo perder a vontade.
– Pensei que estávamos aliviando a tensão.
– Ok. Sabe o que o tomate foi fazer no banco?
– O quê?
– Cachorro-quente.
– É nessa porta, pode entrar primeiro.
– Só mais uma pergunta: “Sabe qual o maior osso do corpo humano?”
– Não sei. Qual é?
– O fêmur.
– Onde fica esse osso?
– Na cabeça.
– Estúpido. Eu sei que o fêmur fica na perna. Acha que sou idiota?
– De jeito nenhum.
– Completo sem ervilha então?!

Um comentário sobre “Atroapelamento

  1. CARA!!!
    Você escreve de maneira tão natural,
    mas com uma intensidade que nos faz ler e reler varias vezes…
    Ja vi que isso vai me custar uns bons reais né??
    Mas só negocio se você escrever mais e mais…
    Abraços

Os comentários estão desativados.