Dormente

Sou dormente
Em dor e mente
A dor mente
Não mente?!
Meu DNA é um músculo
Na bituca do cigarro
O bem-te-vi morreu amarelo
De cabeça pra baixo
O lagarto tinha papo
Mas correu sozinho
Ela esbravejou:
“Vim dar pra ti, e ao invés disso, me faz amar novamente meu marido?!”
Respondi:
“É o que crianças fazem”
Adormeci
Porque gosto
Acordei porque não gosto
O lagarto não comeu o bem-te-vi
Acho que não gosta
De criaturas mortas
Contei os segundos de uma hora
E molhei os pés
Levaram o varal que tanto não fazia falta
Bob ficou louco e sumiu enterrado no quintal
De tanto fumar a língua engrossou
Vontade, sempre, de morder o cigarro até o fim
Em um tempo eu tive cabelos compridos e barba saliente
Certo dia minha mãe disse que eu parecia Jesus Cristo daquele jeito
Decidi cortar tudo e perguntar à ela com quem parecia agora
Ela respondeu: “Com alguém decente”.
– Já me traiu?
– Isso não é pergunta que se faça segundos antes da morte mulher?
– Dependendo a resposta estamos perto de uma.
– Nunca traí você meu amor.
E ela cravou uma faca no peito dele e sussurrou em seu ouvido:
– É por isso que sangra. Sua fidelidade me enoja.
Contei os segundos de uma hora
E molhei os pés
Antigamente eu tinha a mania de me achar um merda e falar pros outros
Agora não conto pra mais ninguém
Porque eu somado com a vida daria um grande zero
Maior que o rego da gorda Elizabeth, uma viciada em paus moles
Literatura é uma arte complicada porque exige esforço para ser digerida
Ela abriu a carteira e conferiu duas camisinhas velhas. Uma semana depois ela abriu novamente e só tinha uma camisinha velha.
– Ei mulher, alguém roubou uma camisinha minha – ele disse.
– Com a buceta? Ela perguntou e fechou a carteira
Um bom livro precisa de uma boa doença
– Por que eu sempre encontro os melhores homens tarde demais?
– Os melhores homens vivem escondidos.
– E por que eles vivem escondidos?
– Por serem os melhores.
Beber ou trepar? Beber
Beber ou escrever? Beber
Beber ou comer? Beber
Alguma coisa mais importante que beber?
Dormir
Dormir ou trepar? Trepar
Contei os segundos de uma hora
Foi o máximo que consegui

Um comentário sobre “Dormente

  1. Boa tarde,
    Gosto do jeito displicente das tuas escritas.
    De forma pejorativa, você consegue me fazer viajar
    em imagens, cheiros e sons… Parabéns! Abraços

Os comentários estão desativados.