Venxame

Moribunda
Sofrendo em cima do lápis
Morreu na mesa
Ao lado dos amendoins
Heroica abelha
Que sua defesa
Tenha superado o gelo
Que sua triste noite
Valia um poema
Escrito por quem viu tudo
E não fez nada
Além de jogá-la
Estática
Numa lata de cerveja
Fechou a sacola
Lembrou-se do gosto do mel
E arrependeu-se tarde demais
No dia seguinte
O que eu poderia ter feito por você?